AYNCO “SAVIA” PINOT NOIR (NATURAL) 20118

Valle de Cautín, Chile
Valle de Cautín, Chile

AYNCO “SAVIA” PINOT NOIR (NATURAL) 20118

Delicioso e suculento, um Pinot Noir natural que transcende e nos convida à conexão com a terra e ao que nos faz bem.

Selos e premiações

  • Natural
  • AK 91

Harmonize com

  • MassasMassas
  • VegetarianosVegetarianos
  • AvesAves

Melhor custo/benefício

Quantidade
Vendido e entregue por: Sonoma Market

Teor Alcoólico

12.00%

Tempo de Barrica

12 meses

Temperatura

14.00 °C

Uva/Corte

  • Pinot Noir

Sobre o produto

Vivo, em plena conexão com a terra e seu legado. Um vinho que extrapola os sentidos primários e alcança nossa intuição e consciência, faz bem ao corpo e ao espírito.

Natural, literalmente, de um exótico terroir, na parte mais austral do extremo sul chile, o Valle de Cautín. Utiliza leveduras nativas e não passa por filtragem, conservando a turbidez do vinho e seus aromas mais essenciais. As vinhas tem mais de 70 anos de idade, em um conjunto de apenas 8 hectares.

Um tinto rubi, pouco turvo para um vinho natural. Seus aromas expressam lindas cerejas e chocolate branco, com nuances de folhas secas e hortelã.

Em boca, sua acidez viva e natural preenche a boca com deliciosa suculência e sabor de cerejas e framboesas, afinado e preservado pelos 12 meses de maturação em barricas neutras. Ótima persistência e um toque de pimentas branca e preta no final de boca. Convida a próxima taça. Uma estrela!

Harmoniza perfeitamente com aves grelhadas, risotos e berinjelas recheadas e gratinadas.

91 Pontos - Alykhan Karim

Conheça outros rótulos de Vinho Tinto.

História

“Aynco” vem do Mapudungun (em português, som da terra), o idioma Mapuche, que significa “água sagrada”. É um tributo ao povo originário que habita grande parte de La Araucanía. A terra dá sentido existencial aos Mapuches e é compreendida não apenas no plano material, mas sobretudo a partir de uma dimensão intangível e transcendente. Baseada em uma filosofia de mínima intervenção desde o vinhedo até a garrafa, seus vinhos sempre utilizam leveduras nativas e não passam por filtragem, conservando a turbidez do vinho, seus aromas e a untuosidade própria das leveduras. Como consequência, expressam uma viva acidez natural e um teor alcoólico mais moderado. Seu vinhedos estão localizados nos vales de Cautín e Malleco, no extremo sul do Chile, a aproximadamente 700km de Santiago. Ao todo, são apenas 8 hectares de vinhas com mais de 70 anos de idade, não irrigados e posicionados em ladeiras sobre solos de origem vulcânica, predominantemente de argila, quartzo e pizarras.
Whats App Message