CAMPOS DE CIMA 3 BOCAS TINTO 2020

Campanha Gaúcha, Brasil
Campanha Gaúcha, Brasil

CAMPOS DE CIMA 3 BOCAS TINTO 2020

3 Bocas, o encantador blend de Malbec, Cabernet e Tempranillo que foi medalha de ouro no Wines of Brazil Awards.

Selos e premiações

  • Signature

Harmonize com

  • CarnesCarnes
  • MassasMassas
  • VegetarianosVegetarianos
  • QueijosQueijos

Melhor custo/benefício

Quantidade
Vendido e entregue por: Sonoma Market

Teor Alcoólico

14.00%

Temperatura

16.00 °C

Uva/Corte

  • Cabernet Sauvignon
  • Malbec
  • Tempranillo

Sobre o produto

3 Bocas é um vinho super exclusivo da vinícola Campos de Cima. São produzidas apenas 5.000 garrafas por safra!

O blend de Malbec, Tempranillo e Cabernet Sauvignon tem esse nome por três motivos diferentes: a vinícola tem 3 proprietárias mulheres; três bocas é o nome da região onde ficam os seus vinhedos; e são usadas 3 castas em sua composição.

As uvas que compõem este tinto foram selecionadas, colhidas e desengaçadas manualmente. A vinificação, fermentação alcoólica e malolática dos vinhos ocorre separadamente (por casta) em tanques de aço inox, com a adição de leveduras selecionadas.

Por fim, 100% do vinho repousa de 6 a 8 meses em tanques de aço inox. Antes do engarrafamento é feita apenas uma filtração leve, mantendo as características organolépticas do vinho.

De cor vermelho rubi intenso, este tinto tem um delicioso e bem estruturado buquê aromático, com intensas notas de frutas negras, com destaque para cassis, geléia de ameixa, figo e um toque de especiarias.

Em boca é intenso, cheio de presença. Tem uma textura macia, completamente aveludada, com boa estrutura e excelente equilíbrio. Entrega fruta madura, opulenta, envolta em notas de especiarias como pimentas preta e da jamaica. Com boa acidez, os taninos são suaves e redondos, e seu final longo e persistente.

Perfeito para acompanhar carnes vermelhas mais leves, como filé mignon, queijos suaves e massas.

Medalha de Ouro - Wines of Brazil Awards - 2020

História

A Campos de Cima possui duas vinícolas, uma no norte do estado do Rio Grande do Sul, na fronteira com Santa Catarina, e a outra em Itaqui, às margens do Rio Uruguai, divisa com as cidades de Alegrete e Uruguaiana, no Brasil, e La Cruz e Alvear, na Argentina.

A proprietária, Hortência Ravache Brandão Ayub, comenta que a maior parte dos equipamentos foi importada da Itália. Além disso, também foi contratado um experiente enólogo francês, Michel Fabre, para ajudar com a instalação da vinícola.

Assinada pela arquiteta e também sócia, Manuela Ayub, a propriedade possui estrutura voltada ao enoturismo.

Whats App Message