carregando vinho

Televendas11 4280-9371

Pedidos por whatsApp11 9.5169-1042

Château Sixtine Châteauneuf-du-Pape Rouge 2016 (Orgânico)

Hoje Château Sixtine faz algúns dos vinhos mais cobiçados da Châteauneuf-du-Pâpe. Este cuvée, segundo vários críticos, é o melhor tinto já produzido por lá.

Televendas 11 2619-1197 pedidos por whatsapp 11 9.5169-1042

Unidade

De: R$ 780,00Por: R$ 559,90ou X de

Economia de R$ 220,10

Caixa

6 unidades / 11% de desconto /1

De: R$ 780,00Por: R$ 559,90ou X de

Economia de R$ 220,10

Comprar

Frete Grátis*

Compra 100% segura!

Características

Sobre o produto

A região de Châteauneuf-du-Pape é pequena, se comparada a outras do sul da França. O solo é coberto por uma camada de 30 centímetro de pedras arredondadas, chamada de "ovos de pata", tanto pelo formato como pelo tamanho.

As videiras são baixas, rasteiras, impossibilitadas de tomarem altura por causa dos fortes ventos que vem do mediterrâneo. O calor absorvido pelas pedras durante o dia segue amadurecendo as uvas pela noite...resultado, alta concentração de sabores, uvas com ? a menos de líquidos e intensificação da cor e taninos.

Neste terroir extremo, no famoso plateau chamado “La Crau”, está localizada o Château Sixtine, produtor que cultiva uvas e produz vinhos na região desde 1673. Hoje seus vinhos são entre os mais procurados da AOC.

A safra 2016 na região foi estupendo, com um verão longo de sol pleno, sem picos de calor e sem chuva.

Neste ano o terroir abençoado do Sixtine rendeu um dos 3 melhores tintos produzidos em Châteauneuf entre mais que 300 degustados pelo crítico Jeb Dunnuck, antigo Wine Advocate.

Um vinho de produção orgânica, feito com 50% Grenache, 30% Syrah e 20% Mourvedre, o vinho é poderoso e intenso, perfumado de incenso e flores, em oca cheio de fruta preta, amoras e ameixas maduras, espresso, traços de madeira bem colocado e uma evolução na taça que é quase sem fim.

Coloque este vinho no decanter e vai tomando ao longo da noite (se conseguir resistir), pois cada hora vai revelar um segredo novo. Pouca surpresa que os críticos acham que este vinho será entre os mais longevos da região

Para harmonizar com cordeiro servido em tagine com couscous marroquino. Ou apostar em um bife de chouriço, gorduroso, com batatas levemente apimentadas.

97 Pontos - Jeb Dunnuck - “A melhor safra deste cuvée já produzido aqui, ultrapassa os vinhos estupendos da 2003, 2007 e 2010. Roxo/rubi escuro, oferece um bouquet poderoso e intenso, de pimenta preta, groselhas negras, lavandas esmagadas e especiarias. Em boca oferece um corpo pleno voluptuoso, com texturas diversas, taninos lindos e doces e um final de boca incrivelmente prazeroso, longo, todo isto com graça e elegância. Este um vinho que vai longe na adega, duas décadas".

95 Pontos - Wine Spectator
94 Pontos - Vinous (Antonio Galloni)

História

foto do curador

Curador(a)

Desenvolvido por Mktnow