DE MARTINO LEGADO GRAN RESERVA CARMÉNÈRE 2019

Valle del Maipo, Chile
Valle del Maipo, Chile

DE MARTINO LEGADO GRAN RESERVA CARMÉNÈRE 2019

Um Carménère Gran Reserva orgânico e natural, elaborado a partir de vinhas velhas em Maipo Bajo, que recebeu grande destaque na crítica internacional!

Selos e premiações

  • organico
  • AD 92
  • GD 93
  • RP 91
  • TA 91

Harmonize com

  • CarnesCarnes
  • MassasMassas
  • QueijosQueijos

Avise-me

Teor Alcoólico

13.50%

Descanso

30 min

Tempo de Barrica

16 meses

Temperatura

16.00 °C

Uva/Corte

  • Carmenère

Sobre o produto

A De Martino elabora vinhos inesquecíveis, de alta qualidade, no coração do Valle del Maipo, no Chile.

A Carménère que dá origem a este Gran Reserva foi cultivada em parcelas de um único vinhedo no Maipo Bajo, a zona mais quente do vale, com aproximadamente 550m de altitude e 50 km de distância do Pacífico.

Frutos de vinhas com idades entre 30 e 24 anos de cultivo 100% orgânico, a sua colheita é completamente manual e a fermentação se dá com leveduras indígenas. Após a fermentação malolática o vinho estagia por 16 meses em barricas francesas usadas.

Em taça, apresenta cor violeta profunda, com um nariz repleto de frutas negras maduras, como ameixa, cereja amarena e também goiaba vermelha, envoltas em toques de especiarias doces como cravo, tabaco e nuances de pimenta vermelha. Em boca tem destaque para os taninos que são finíssimos, acidez deliciosa e excelente equilíbrio.

Dá pra ver que ainda tem vida pela frente, por isso recomendamos decantar por mais ou menos 30 minutos antes de apreciá-lo.

Já com 4 anos de guarda, vai continuar amadurecendo na adega pelos próximos 6 anos.

Recomendamos harmonizar com pratos proteicos, devido a seus marcantes taninos. Sugerimos um ravióli recheado com ragu de costela servido com molho trufado ou uma seleção de queijos curados.


93 Pontos - Guia Descorchados

Plantado em solos de cascalho e argila entre 1992 e 1998, este 100% Carménère da região da Isla de Maipo, no meio do Vale do Maipo, tem as frutas vermelhas suculentas, frescas e crocantes daquela nova onda de Carménère que vem estando em alta no Chile nos últimos dois ou três anos e que não tem medo de mostrar as notas herbais típicas da variedade. Aqui há muitos sabores frutados, frescura e tensão num carmenere para beber um pouco mais fresco com charcutaria.

92 Pontos - Revista Adega

Tinto elaborado exclusivamente a partir de Carménère, com estágio de 12 meses em barricas de carvalho francês. Sem medo das notas de ervas e de especiarias picantes, que envolvem sua fruta negra de perfil mais fresco, tudo equilibrado por taninos de ótima textura e acidez vibrante. Fluido, tenso e muito gostoso de beber, tem final longo e preciso, com toques de ameixas, de folhas de tabaco e de grafite. Álcool 13,5%

91 Pontos - Robert Parker

Adoro o nariz herbal e apimentado do Legado Carménère 2019, que tem maturação moderada e álcool (13,5%) com acidez suave e taninos de grão muito fino. Tem carácter e é varietal e um pouco austero na boca, onde o vinho se revela muito equilibrado. 33.295 garrafas e 50 magnums produzidas. Foi engarrafado em Agosto de 2020.

91 Pontos - Tim Atkin

História

Em 1934 o italiano Pietro de Martino chegava ao Chile em busca de um lugar único para produzir vinhos. Foi assim que fundou a De Martino, no coração do Valle del Maipo.

Ainda na década de 1990, a vinícola embarcou em um projeto, até então pioneiro no país, para converter as práticas tradicionais de cultivo nos vinhedos em um processo 100% orgânico.

Com todo esse respeito ao sagrado terroir que elabora seus vinhos, o conteúdo engarrafado busca transmitir um sentido de lugar, pureza e equilíbrio. Por isso é tão importante o cultivo sustentável e o uso de técnicas tradicionais de vinificação.

Sob o comando do enólogo Marcelo Retamal, os vinhos refletem o lugar de onde vem, mostrando assim a diversidade única do Chile.

Gustavo Jazra

Curador(a)

Gustavo Jazra
Encontramos outros produtos que você pode gostar!
Whats App Message