ERA DOS VENTOS CABERNET FRANC 2021

Serra Gaúcha, Brasil
Serra Gaúcha, Brasil

ERA DOS VENTOS CABERNET FRANC 2021

Como destemidos artesãos, o casal de vinicultores Luís Henrique e Talise Zanini estão produzindo vinhos brasileiros de admirável personalidade e transformando cada uva macerada em obra-prima. A francesa Marselan é resultado de um cruzamento entre a

Selos e premiações

  • Natural

Harmonize com

  • AvesAves
  • QueijosQueijos

Melhor custo/benefício

Quantidade
Vendido e entregue por: Sonoma Market

Teor Alcoólico

12.90%

Descanso

90 min

Temperatura

16.00 °C

Uva/Corte

  • Cabernet Franc

Sobre o produto

Luís Henrique Zanini, vinhateiro “de espírito vínico inquieto”, segundo ele mesmo, é um daqueles artesãos sensíveis, que entendem que vinho é arte, poesia, uma expressão da sua própria personalidade.

É por isso que suas criações seguem encantando a todos por onde passa. Por duas vezes consecutivas uma de suas criações recebeu o título de melhor vinho tinto do Brasil. E dá pra entender. Seus vinhos são feitos em escala humana, em uma produção bem pequena, na Serra Gaúcha. Do Cabernet Franc 2021 aqui destacado, foram produzidas apenas 580 garrafas. Uma verdadeira raridade! As uvas são cultivadas no vinhedo Caminhos de Pedra, em Bento Gonçalves, colhidas manualmente e maceradas de forma aberta até o fim da fermentação alcoólica, que se dá por meio de leveduras indígenas, presentes na casca da uva.

Esta verdadeira obra prima de baixíssima intervenção, da vinha à garrafa (e sem passagem por carvalho), traz um intrigante bouquet de aromas e sabores que passeiam por flores de ipê e rosas, pimenta do reino verde, nuances de frutas vermelhas e uma acidez extremamente elegante.

Um vinho que poderia ser um poema engarrafado (vale a pena ler o poema escrito por Zanini em seu contra-rótulo, para se apaixonar ainda mais) e, por isso, é um vinho bastante meditativo, que pode ser apreciado por si só. Caso queira harmonizar, sugerimos pato assado ou queijos como brie e gorgonzola. A aquarela que ilustra o rótulo deste vinho foi desenhada pela antropóloga e artista peruana Barbara Ilse Petzold Horna.

História

Fruto de uma paixão e do sonho de resgatar o que os fundadores Luís Henrique e Talise Zanini chamam de “a alma do vinho”.
Ao casal, uniu-se o amigo Alvaro Escher e como artesãos consolidaram a Era dos Ventos como uma pièce de résistance frente ao desafio da globalização do vinho.
Por meio de métodos ancestrais e da valorização de uvas quase extintas, foi a pioneira na produção destes vinhos no Brasil.

Whats App Message