CASA DA PASSARELLA “A DESCOBERTA” COLHEITA TINTO 2019

Dão, Portugal
Dão, Portugal

CASA DA PASSARELLA “A DESCOBERTA” COLHEITA TINTO 2019

Grande tinto do Dão, elaborado com maestria pelo Paulo Nunes, Melhor Enólogo de 2019", concedido pela Revista de Vinhos de Portugal.

Harmonize com

  • CarnesCarnes
  • VegetarianosVegetarianos

Melhor custo/benefício

Quantidade
Vendido e entregue por: Sonoma Market

Teor Alcoólico

13.50%

Temperatura

18.00 °C

Uva/Corte

  • Alfrocheiro
  • Jaén
  • Touriga Nacional

Sobre o produto

Um vinho elaborado pelo "Melhor Enólogo de Portugal 2019" e produtor do "Melhor Touriga Nacional", ainda nascido de um mistério. Ou melhor, de uma caixa misteriosa. A história centenária da Casa da Passarella, fundada em 1892 na Serra da Estrela, no Dão, guardava até os anos 1940 um segredo: uma caixa escondida dentro de uma das paredes da casa vinícola, pelos seus antigos proprietários, foi encontrada.

Nela, havia um documento escrito à mão com instruções para ser aberta 50 anos mais tarde. Só em 2010, quando a Casa passou por reformas e a caixa foi encontrada, descobriu-se seu conteúdo: nada.

O mistério fora desvendado em forma de poesia, quando especialistas entenderam que a caixa estava, na verdade, impregnada de “uma essência extraordinária que haveria de trazer a felicidade através do vinho a todos os que dela fizessem arte e proveito."

A descoberta, portanto, era o elixir da tradição com a qual a Passarella elaborava seus vinhos. Esta linha foi criada justamente para mostrar como esta tradição, muitas vezes invisível aos olhos, se materializa na qualidade do vinho.

Neste caso, o vinho tinto de “A Descoberta”, que reúne uvas de parcelas de vinhas velhas e vinhas mais novas, vinificado em cubas de aço inox, sem passagem por barrica.

Apresenta coloração púrpura, com aromas de jovens e generosos florais, de violetas, com um frutado elegante de mirtilo e amoras levemente esmagadas.

Carregando boa acidez, o paladar é bem macio, porém texturizado, com traços de chocolate e de chocolate branco. Taninos aveludados e acidez elegante compõem uma experiência gustativa que leva a um delicioso final em boca, com mineralidade sutil.

Um vinho versátil e muito gastronômico, pronto para ser aberto e degustado ao lado de um filé mignon grelhado com legumes, sanduíche de falafel ou tábua de queijos semiduros.

História

A Casa da Passarella foi fundada em 1892, antes, portanto, da demarcação da região do Dão, em 1908. Localizada em Lagarinhos, no sopé da Serra da Estrela, pertence ao empresário português Ricardo Cabral e tornou-se uma das mais emblemáticas vinícolas de Portugal.

São produzidas três linhas de vinhos: Somontes, Casa da Passarella e Villa Oliveira. O primeiro registro de engarrafamento dessa vinícola é de um vinho da marca Villa Oliveira, com data de 1893.

Essa marca esteve durante algumas décadas fora do circuito comercial, sendo resgatada em 2009 como forma de homenagear a história e o patrimônio da vinícola.

O Villa Oliveira Touriga Nacional 2011 foi eleito o Melhor Vinho de Portugal de 2017 e o melhor varietal, pela Wines of Portugal.

Desde 2008, essa vinícola está sob o comando do enólogo Paulo Nunes, que tem feito um trabalho brilhante na elaboração de vinhos que se destacam pelo frescor, pelo caráter mineral e pela longevidade.

No início de 2020, Paulo Nunes recebeu o prêmio de "Melhor Enólogo de 2019", concedido pela Revista de Vinhos de Portugal. Ele já havia sido eleito o "Enólogo do ano de 2017", pela revista Vinho Grandes Escolhas, de Portugal.

Encontramos outros produtos que você pode gostar!
Whats App Message