MAMETE PREVOSTINI LA CRUUS VALTELLINA SUPERIORE 2018

Lombardia, Itália
Lombardia, Itália

MAMETE PREVOSTINI LA CRUUS VALTELLINA SUPERIORE 2018

Uma raridade! A Nebbiolo das encostas íngremes da Valtellina Superiore DOCG, um vinho “Cru” privilegiado pela incrível vista dos alpes suíços, elaborado por "pai da viticultura da região" e com 3 Bicchieri pelo Gambero Rosso! Imperdível descoberta!

Selos e premiações

  • D 94

Harmonize com

  • CarnesCarnes
  • VegetarianosVegetarianos
  • ÁrabeÁrabe

Melhor custo/benefício

Quantidade
Vendido e entregue por: Sonoma Market

Teor Alcoólico

14.00%

Descanso

60 min

Tempo de Barrica

16 meses

Temperatura

16.00 °C

Uva/Corte

  • Nebbiolo

Sobre o produto

Raros na própria Itália, verdadeiras iguarias no Brasil, os vinhos da DOCG Valtellina Superiore vem dos Alpes italianos, de Lombardia, próxima à fronteira com a Suíça.

Reconhecida pela UNESCO como patrimônio da humanidade, desta região sai versões da Nebbiolo mas voluptuosa e sensual que existe.

Nesse terroir as colinas são tão íngremes e difíceis de colher, particularmente na sub-região de denominada “Inferno”, que as uvas são plantadas em baixo rendimento e colhidas de forma manual, extraídas por helicoptero! Nem burro nem carroça entra, muito menos tractor ou outro veiculo motorizado.

Na "Inferno" sub-região existe um vinhedo “Cru” ainda mais singular, chamado “Cruus”, ou "Cruz" no dialeto local. Situado em um terreno arenoso, com uma base de granito e pouca argila, a inconfundível Nebbiolo (também conhecida por Chiavennasca, na região) que é colhida aqui é uma das melhores versões da região e de toda Italia. Nas mãos da Mamete Prevostini, conhecido como "pai da viticultura moderna da região", esta fruta brilha.

Degustamos este vinho no outono de 2023. Incrível e marcante coloração rubi, este tinto revela intensos aromas selvagens e animais, de almiscar, um leve couro, também cerejas maduras, morangos, notas minerais e especiarias.

No paladar é harmonioso e fresco, com linda presença da fruta vermelha plena e gorda, morangos bem no ponto de colher. Entra com acidez brilhante e possui um paladar voluptuoso e suculento, uma fruta tão plena e robusta que remete mais a California do que os grandes e austeros Barolos da Serralunga. Os taninos marcantes mas já bem domados. Um vinho instigante e complexo, que amadureceu por 16 meses em tonéis de carvalho e mais 10 em garrafa, antes de ser comercializado. Incrível agora, vai longe na adega, 15 anos, se não mais.

Uma incrível aventura para os fãs da Nebbiolo e enófilos mais desbravadores!

Harmoniza perfeitamente com boa conversa, excelente companhia, carnes de caça, risoto de cogumelos com azeite trufado, arroz de pato e costela bovina assada lentamente.


94 Pontos - Revista Decanter

3 Bicchieri - Gambero Rosso

História

A história da vinícola Mamete Prevostini remonta a três gerações e está localizada na Denominazione de Origine Controllata i Garantita (DOCG) Valtellina Superiore, na região da Lombardia, onde compõe o terroir com o maior terraço de vinhas ao norte a Itália, patrimônio da humanidade pela UNESCO.

O original Mamete Prevostini, avô do atual proprietário da empresa, começou a elaborar vinho logo após o fim da Primeira Guerra Mundial, explorando um antigo "crotto", uma caverna natural que sempre foi usada como adega no vale de Chiavenna. Apenas em 1995, seu neto estreou na propriedade e com uma produção que surpreendeu o mercado. Hoje a adega conta com um total de 20 hectares de vinha. Os vinhos de Mamete Prevostini, premiados por críticos e guias de vinhos internacionais, representam sem dúvida uma referência para toda a zona.

Whats App Message