QUINTA DO GRADIL MULA VELHA TINTO 2022

Lisboa, Portugal
Lisboa, Portugal

QUINTA DO GRADIL MULA VELHA TINTO 2022

Versátil, frutado e muito bem elaborado, este é um dos rótulos mais vendidos de Portugal e vai fazer bonito em qualquer ocasião. Experimente!

Harmonize com

  • CarnesCarnes
  • QueijosQueijos

Avise-me

Teor Alcoólico

13.00%

Temperatura

14.00 °C

Uva/Corte

  • Aragonêz
  • Castelão
  • Touriga Nacional

Sobre o produto

Mula Velha é um velho conhecido dos apaixonados por vinhos portugueses, que retorna ao Brasil em nova safra!

Quando falamos que é o #1 não estamos exagerando, anualmente são 5 milhões de garrafas vendidas apenas dentro do próprio país.

Seu nome significa, no português brasileiro, “macaco velho”. E de fato, este vinho é figurinha carimbada dentro e fora do país.

Este é um delicioso vinho tinto da Indicação Geográfica de Lisboa, um grande destaque para sua categoria, com uma excelente relação de valor x qualidade.

Na safra 2022, foi feito por um corte de Touriga Nacional, Aragonez e Castelão sem passagem por madeira, o que conservou o caráter frutado e amplamente fresco.

Em taça, apresenta uma cor vermelha granada, perfeito para todos os momentos, é um vinho descomplicado, com notas de frutas vermelhas bem maduras e framboesas em compota.

Em boca apresenta médio corpo, taninos muito sedosos e boa acidez, com um bom e longo final.

Agrada a diferentes paladares e e faz bonito em harmonização com carnes vermelhas grelhadas, embutidos como salaminho e copa e queijos maturados.

História

Luís Vieira começou a construir aquilo que é hoje o grupo Parras Wines em 1998 com a fundação de uma empresa de vinho a granel do grupo.

Mais tarde, em 1999, a empresa abre nas instalações da Quinta do Gradil, exatamente no mesmo ano em que Luís Vieira adquire a propriedade.

A Quinta do Gradil encontra-se referenciada na história dos vinhos portugueses desde 1492. No entanto, foi apenas no século XVII, que a vinha e o vinho passaram a fazer parte da atividade econômica da propriedade.

Mas foi no século XIX que um dos momentos mais decisivos aconteceu quando Dona Maria do Carmo Romeiro da Fonseca herda do seu pai a Quinta do Gradil, tranformando-a num negócio agrícola de referência, focando-se na produção de vinho.

Situada no Cadaval, ocupando uma área de 200 hectares dos quais 120 plantados com vinha, a localização privilegiada da Quinta do Gradil, entre a Serra de Montejunto e o mar, permite-lhe tirar partido da influência atlântica, determinante para o equilíbrio ácido e frescura dos seus vinhos, mas, ao mesmo tempo, usufruir de um bom número de horas de sol, importante para a boa maturação das uvas.

Whats App Message