VIÑA SEÑA 2009

valle de aconcagua, Chile
valle de aconcagua, Chile

VIÑA SEÑA 2009

Com mais de uma década de vida, um Incrivelmente elegante, estruturado e longevo chileno em seu auge. Fruto da parceria entre os geniais Eduardo Chadwick e Robert Mondavi. Estupendo!

Selos e premiações

  • D 96
  • JS 95

Avise-me

Teor Alcoólico

14.50%

Descanso

120 min

Tempo de Barrica

22 meses

Temperatura

18.00 °C

Uva/Corte

  • Carmenère
  • Cabernet Franc
  • Cabernet Sauvignon
  • Merlot
  • Petit Verdot

Sobre o produto

Um dos grandes vinhos do mundo, Seña é fruto da parceria entre os geniais Eduardo Chadwick (Errazuriz) e Robert Mondavi. De inspiração bordalesa com alma chilena, uma singular expressão biodinâmica do terroir do Valle de Aconcagua.


O resultado deste exemplar 2009 combinou perfeitamente a intensidade da fruta com uma excepcional acidez. Um excelente ano para o Seña, um vinho elegante, estruturado e com longo potencial de guarda.


Blend de Cabernet Sauvignon (54%), Carménère (21%), Merlot (16%), Petit Verdot (3%) e Cabernet Franc (3%), com estágio de 22 meses em barricas de carvalho francês e uma pequena parcela em foudres.


De profunda cor rubi desponta granada que denota a sua idade, oferecendo complexos aromas de terciários de tâmaras, figo seco, couro, camomila, caixa de charuto e flores secas.


No paladar entrega notas de fruta passa e especiarias, com final terroso. Elegante, com elegância perfeitamente esculpida pelo tempo. O vinho está em seu auge, mas por certo ainda pode evoluir por mais uma década. Memorável!


Harmoniza com arte, conquistas e excelente companhia, carnes de caça como cordeiro e javali, queijos curados e risoto de funghi.


96 pontos - Decanter Magazine

Com tantos aromas incríveis neste vinho, tem muita coisa acontecendo. Perfume silvestre, flores selvagens com cereja, couro, café e cassis. Cremoso e direto, é evocativo - pulsando com vida e energia. A fruta é brilhante ainda que rica e com taninos afiados com sabor de menta que suportam o final frutado e estrutura opulenta. Você sente estes adoráveis e maduros aromas terciários no nariz, mas depois nota ainda muita juventude no paladar. Parece que é uma bora hora para beber este para aproveitar toda a tensão e frutas vivíssimas com taninos que dão suporte, textura macia e são levemente aderentes. Eu amei. Tem poder aqui, mas brilhante intensamente agora. Simplesmente lindo.


95 pontos - James Suckling

Este tinto é poderoso e estruturado, com groselha, minerais e amoras. Encorpado e muito macio, tem taninos firmes e final mastigável. Pedregoso. Precisa de mais três anos para amaciar. Uma beldade!


História

Em 1995, Eduardo Chadwick e Robert Mondavi foram pioneiros em uma das primeiras joint ventures internacionais do Chile, um movimento ousado e inovador naquela época. Estabeleceram uma meta desafiadora: atingir todo o potencial do Valle del Aconcagua e criar um vinho de classe mundial.


Compartilhando sonho e dedicação, em 1997 lançaram a primeira safra de Seña (1995), que significa “sinal” e foi um dos primeiros vinhos icônicos do Chile, um marco para a produção de vinhos ultra-premium no Chile, que se consolidou nas últimas décadas como um dos grandes vinhos do mundo, aclamado pela mais exigente crítica internacional.


Atualmente o vinhedo é composto por pouco mais de 25 hectares de Cabernet Sauvignon e Merlot, com parcelas de Petit Verdot, Cabernet Franc e Malbec.



Whats App Message