FELLINE PRIMITIVO DI MANDURIA ARCHIDAMO 2021

Puglia, Itália
Puglia, Itália

FELLINE PRIMITIVO DI MANDURIA ARCHIDAMO 2021

Archidamo é um vinho irresistível e inconfundível, que demonstra perfeitamente a tipicidade do seu terroir. Conheça!

Harmonize com

  • CarnesCarnes
  • MassasMassas
  • QueijosQueijos

Melhor custo/benefício

Quantidade
Vendido e entregue por: Sonoma Market

Teor Alcoólico

14.00%

Tempo de Barrica

6 meses

Temperatura

16.00 °C

Uva/Corte

  • Primitivo

Sobre o produto

Elaborado por Gregory Perrucci, enólogo responsável pelo sucesso mundial dos vinhos da DOP Primitivo di Manduria, Archidamo é um vinho irresistível e inconfundível, com excelente tipicidade.


Fruto de uma região de clima quente e seco, levemente moderado pelos ventos provenientes do mar Adriático, onde o solo é o tradicional da DOP, vermelho e vulcânico muito profundos apoiados em rocha calcária.


As plantas são plantadas em “alberello” (goblet) e a colheita é completamente manual. Depois de realizadas as fermentações alcoólica e malolática, 40% do vinho estagia por 6 meses em botti de carvalho.


Archidamo é um Primitivo di Manduria repleto de fruta madura e em compota, como amoras, mirtilos e morangos, framboesa assada com um toque de menta, nuances de especiarias doces como cravo e canela e toques de cacau e baunilha.


Em boca é intenso, expansivo, sedoso mas muito bem estruturado, com taninos integrados e acidez maravilhosa. Traz destaque principalmente para as frutas maduras e tem ainda um final longo e muito saboroso.


Perfeito para harmonizar com uma tábua de embutidos da Pirineus e queijos maturados, mas também combina com lasanha à bolonhesa e curry indiano.

História

A vinícola Felline tem uma longa história na viticultura italiana, intimamente ligada ao Primitivo di Manduria e ao projeto Accademia dei Racemi que impulsionou o renascimento e cultivo de inúmeras uvas indígenas.


Gregory Perrucci é o protagonista do sucesso da DOP Primitivo di Manduria, uma das denominações mais antigas do sul da Itália, criada em 1974. Antes disso, a uva Primitivo era destinada apenas para cortes ou para vinhos a granel.


O nome da vinícola vem de uma vasta área arqueológica de Manduria, a uma curta distância de suas famosas praias, onde se encontram os restos de uma antiga cidade, chamada Felline.


A Accademia dei Racemi desenvolveu uma nova abordagem à viticultura e vinificação, concentrando-se apenas em uvas nativas antigas, na maioria desconhecidas e subestimadas no mercado.


Os resultados mais importantes foram alcançados com Malvasia Nera, Fiano Minutolo, Ottavianello e Sussumaniello (uva completamente desaparecida e agora elevada a uma das uvas representativas mais importantes da Puglia). O projeto também envolveu Negramaro e, recentemente, Verdeca e Vermentino.

Whats App Message