PUJANZA NORTE DOCA RIOJA 2018

Rioja, Espanha
Rioja, Espanha

PUJANZA NORTE DOCA RIOJA 2018

Um dos vinhos mais icônicos e importantes da Rioja. Notavelmente refrescante por ser banhado pelos ventos do Norte, este é um Tempranillo com identidade, muito expressivo e difícil de esquecer!

Selos e premiações

  • RP 96
  • TA 97

Harmonize com

  • CarnesCarnes
  • QueijosQueijos

Melhor custo/benefício

Quantidade
Vendido e entregue por: Sonoma Market

Teor Alcoólico

14.20%

Tempo de Barrica

12 meses

Temperatura

16.00 °C

Uva/Corte

  • Tempranillo

Sobre o produto

Norte é uma expressão singular de terroir, um dos vinhos mais icônicos da Rioja hoje.

Como o seu nome indica, é um single vineyard de vinhas que recebem ventos diretos do norte. O solo deste terroir é composto por rocha calcária, que está a apenas 50 centímetros da superfície.

Estas duas características, juntamente com a altitude (720 metros), conferem a Pujanza Norte um notável frescor, mineralidade e acidez que se mantém ano após ano na guarda devido à consistência da qualidade das uvas que saem das vinhas.

Elaborado 100% a partir de uvas Tempranillo, com vinhas de 20 anos de idade, este Rioja DOCa passou por fermentação espontânea com algumas remontagens diárias e estagiou por 12 meses em barricas de carvalho francês.

O resultado foi um tinto de cor rubi intenso com reflexos violáceos, com intensos aromas de frutas vermelhas e pretas acompanhadas de toques minerais, influência dos solos calcários, e notas tostadas.

Em boca é poderoso e volumoso, com taninos firmes mas não agressivos, vivo, com um grande equilíbrio entre corpo e acidez, um final frutado e muito expressivo.

Harmoniza bem com carnes vermelhas grelhadas, como um suculento filé mignon ou uma costela assada. Para uma harmonização mais sofisticada, experimente com pratos de cordeiro, ensopados ou queijos curados.


97 Pontos - Tim Atkin

As vinhas ainda são relativamente jovens aos 19 anos, mas o Norte, localizado a 730 metros nas encostas da Serra da Cantábria, é uma das maiores parcelas de Rioja. Influenciado pela presença de calcário próximo à superfície, este é um Tempranillo emocionante, tenso, calcário e cinzelado com taninos sérios e envelhecidos, acidez sedosa e camadas de frutas vermelhas e cerejas pretas. 2025-35

96 Pontos - Robert Parker

Estava ansioso pelo Norte 2018, o tinto topo de gama de um terreno virado a norte em Laguardia a cerca de 720 metros de altitude, de uma colheita com semelhanças com o 2016 que adoro. O vinho tem uma rara combinação de poder e elegância, de maturação e frescor que denota um lugar especial. Tal como os restantes tintos, fermentou com leveduras indígenas em inox, com maloláctica nesses mesmos recipientes seguido de 12 meses em barricas de carvalho francês (ligeiramente menos que no passado) e oito meses em betão. Peguei este vinho em um momento um pouco estranho; o carvalho era bastante perceptível e havia um pouco de volatilidade. Foi engarrafado mais tarde por causa do COVID-19, então foi engarrafado algumas semanas antes de eu prová-lo. Em todo o caso, o San Pedro não usou carvalho novo neste vinho nem, aliás, em nenhum dos outros vinhos, e o tempo em barrica também foi encurtado neste vinho. O paladar tem equilíbrio, frescura e profundidade para superar isso, e tenho certeza que este vinho vai florescer com um pouco mais de tempo em garrafa. O vinho não é uma potência; este é um ano mais delicado. Com algumas horas de taça, o vinho mostra muito mais equilíbrio e harmonia, o que só reforçou minhas crenças. 11.000 garrafas produzidas. Será lançado em abril de 2021. Todos os anos este vinho é lançado em abril.

História

A Bodega Pujanza está localizada em Laguardia, no coração da Rioja Alavesa e no sopé da Serra de Cantabria.

Um local onde a altitude começa a ser considerada um limite para o cultivo da vinha. É difícil entender Carlos San Pedro, fundador da vinícola, sem Laguardia. Com o passar do tempo, ele reconhece que o lugar, a área onde se encontra, é o que deve marcar a personalidade dos vinhos de Pujanza. É o clima, é o solo, é o saber de gerações e gerações.

Olhar para o futuro a partir deste ponto do mapa praticamente obriga-o a ter sempre presente a história e tradição vitivinícola de uma região e a forma como a sua família compreendia o mundo do vinho no passado.

Whats App Message