ERA DOS VENTOS MERLOT 2018

Serra Gaúcha, Brasil
Serra Gaúcha, Brasil

ERA DOS VENTOS MERLOT 2018

Um fantástico Merlot de uma safra excepcional da Serra Gaúcha, elaborado por verdadeiros artesãos da viticultura no Brasil.

Selos e premiações

  • Natural
  • AK 92

Harmonize com

  • CarnesCarnes
  • MassasMassas
  • VegetarianosVegetarianos
  • QueijosQueijos

Melhor custo/benefício

Quantidade
Vendido e entregue por: Sonoma Market

Teor Alcoólico

13.00%

Descanso

60 min

Temperatura

16.00 °C

Uva/Corte

  • Merlot

Sobre o produto

Como destemidos artesãos, o casal de vinicultores Luís Henrique e Talise Zanini estão produzindo vinhos brasileiros de admirável personalidade e transformando cada uva macerada em obra-prima.

Este Merlot da safra 2018, é uma edição especial elaborada pela Era dos Ventos. Além de ter sido uma excelente safra na Serra Gaúcha, particularmente estes vinhedos tiveram uma maturação surpreendente.

Nesta linda versão, 100% Merlot de vinhedos próprios, o vinho foi fermentado em mastelas de carvalho antigo, usando a técnica de maceração aberta e “pigeage” e envelheceu em carvalho por 12 meses.

Em taça, encanta com tons de vermelho rubi brilhante. Revela instigantes aromas de frutas maduras, como morango, cereja, groselha e pitanga, com um toque de alcaçuz, que se integram com notas de especiarias doces como baunilha e noz-moscada.

Em boca, a pluralidade de frutas maduras e frescas se repete, com uma acidez vivaz e taninos macios, seguidos por notas de tosta e um toque levemente terroso que aporta austeridade e complexidade a este tinto, que se prolonga em uma linda persistência. Fantástico!

Elegante e bem estruturado, harmoniza perfeitamente bem com queijos semimoles e duros, como Gruyère e provolone, uma deliciosa polenta cremosa ao molho de cogumelos ou com ragu de carne.


92 Pontos - Alykhan Karim

História

Fruto de uma paixão e do sonho de resgatar o que os fundadores Luís Henrique e Talise Zanini chamam de “a alma do vinho”. O casal, uniu-se ao amigo Alvaro Escher e como artesãos consolidaram a Era dos Ventos como uma “pièce de résistance” frente ao desafio da globalização do vinho.

Por meio de métodos ancestrais e da valorização de uvas quase extintas, foi a pioneira na produção destes vinhos no Brasil.

Whats App Message